Chegou ao estádio desanimada, cansada, com depressão e desempregada. Apôs a pregação de Adriano no momento de oração sentiu uma grande libertação. Um grande calor, com choro incontrolável. Um alívio e a uma alegria vinda do Espírito Santo tomou conta do seu ser. Ficou leve e em paz. E diz emocionada que todos os anos vinha ao Vem Louvar sozinha mas pedindo a Deus que sua família pudesse também estar aqui. Neste ano trouxe a filha e a irmã ao Vem Louvar para glorificar o nome do Senhor.

Vem_Louvar_Empe5z

Rita de Jesus, Ministério de Comunicação Social – RCC/DF