A pregação da manhã do último dia do Rebanhão foi sobre: “O Senhorio de Jesus – A palavra de Deus  e o testemunho de Jesus Cristo (Ap. 1,2)”, feita pelo membro do Conselho da RCC-DF, Toninho.

O Senhor fala conosco pela sua palavra, por isso os discípulos vinha ao encontro dos povos. Em (Isaías 45) na palavra de Deus diz que, ninguém volta para Ele sem dar fruto. Na carta de (São Paulo aos filipenses 2, 11) se refere aos tempos antigos aos senhores que eram as pessoas que tinham terras, as pessoas que tinham muito poder, o maior senhor no antigo testamento era César. Mais a frente Deus consistiu-o Jesus como nosso Senhor, todos nós somos a imagem e semelhança de Deus em (gênesis 2) é visível isso.

Todas as vezes que pecamos ficamos afastados do nosso criador, mas Deus não desiste de nós, quando Ele mandou Moisés ir para o Egito, o servo de Deus perguntou como ele iria conseguir falar com as pessoas. Assim Deus fala à Moisés: “- Eu que criei vocês a minha imagem e semelhança, o homem tinha desobedecido a Deus te tal forma que os animais que eram oferecidos a Ele não o agradava”.

Santo Agostinho nos diz que o nosso sacrifício a Deus tem que ser grande. “Precisamos experimentar esse Deus que deu a vida para que todos estivessem aqui hoje”. Jesus nunca vai abri mão de nós, nunca mesmo, você é insubstituível para Deus o nosso desafio é viver esse senhorio no nosso dia-a-dia, se um dia você tiver que entregar um bem preciso será para uma pessoa que você confie muito.

“Confie no Senhor, espere nele que tudo dará certo”, ressalta Toninho. Quando Deus entra na nossa vida nós temos clareza do que podemos ou não fazer sem Ele, precisamos confiar. “Muitas pessoas não procuram o sacramento da confissão por que o Demônio coloca na cabeça que não precisamos disso, que não precisamos nos humilhar diante de Deus, Deus quer tudo, ele quer você, ele não te dividi com ninguém”.  Deus abomina todo tipo de bruxaria. “ Ninguém tem autoridade de fala o dia que você irá morrer, a não ser Deus, Ele quem tem a última palavra. Quando decidimos que Deus é o nosso tudo, algumas coisas que todos nós achamos um fardo Ele nos ajuda a ver que não é nada tão pesado como nós acreditávamos”.  Quando chamamos Jesus tudo na nossa vida começa a dar certo: “Jesus fala que quer fazer morada na nossa vida. Receba Jesus na sua caminhada como soberano e o seu tudo. Todos aqueles que invocarem o nome de Jesus será salvo”, finalizando com uma  grande oração com o público presente.

Sarah Mayara

Ministério de comunicação Social da RCC-DF