rei_david

O Ministério de Música e Artes é o responsável por levar a beleza do Criador a todas as criaturas por meio da arte. É o que diz o versículo cinco, do capítulo 13 do livro de Sabedoria: “A grandeza e a beleza das criaturas levam, por analogia, à contemplação de seu Autor”, pois “foi a própria fonte da beleza que as criou” (Sb 13,3).

Frank Tagino coordena o ministério no Distrito Federal que reúne as atividades de dança, música, teatro, artes plásticas, entre outras. Este é um ministério que muitos podem contribuir, porém não se colocam a serviço do Criador. Ele visa formar continuamente os ministeriados para que a arte se torne um instrumento de evangelização tão forte quanto uma pregação. Como uma forte expressão do amor de Deus, a música ou uma peça teatral pode abrir os corações para o encontro pessoal com Jesus e a ação do Espírito Santo. Sabendo que em qualquer lugar até mesmo em ambientes alheios à Renovação, consigam evangelizar, proclamando fielmente a revelação divina sob a unção do Espírito Santo, de forma energética, ousada e profética.

Para servir é necessário se colocar para trabalhar, levando em consideração algumas virtudes de Nossa Senhora, como obediência e oração. O coordenador nacional do Ministério Juninho Cassimiro por meio de carta divulgada aos artistas no início de 2014 chama a atenção a necessidade de obedecer a vontade de Deus e colocar todos os sonhos nas mãos dEle, mesmo que alguns não sejam realizados.

O artista de Deus deve ser um homem livre das amarras do mundo e só se consegue este tipo de liberdade na entrega constante a Deus.  Assim, cada ato artístico será cheio de unção e caridade e levará as pessoas ao encontro pessoal com Deus – essencial de qualquer serviço eclesial.

Quem se sentir chamado a servir na Música ou Artes deve procurar o coordenador do Grupo local e o coordenador do ministério para a formação que é essencial deste serviço. Lembre-se que ser um artista de Deus faz toda a diferença.