Somos todos sobreviventes da pandemia que começou em março de 2020, lembrou a pregadora Kédina Rodrigues, na manhã deste domingo, 12 de dezembro, aos participantes do 37º Vem Louvar, que se realiza no Centro de Evangelização Renascidos em Pentecostes, em Ceilândia, DF. Em sua pregação, ela desenvolveu o tema norteador do 37º Vem Louvar – Grande é o Senhor e digno de todo louvor (Salmo 47, 2a).

“Irmão, você sobreviveu para louvar. Aplauda o Senhor, porque você sobreviveu para louvar”, disse Kédina. A partir de agora, enfatizou, a  precisa ser um livro aberto em nossas vidas, para que escutemos a palavra de Deus.

Ela chamou a atenção para o fato de que fomos protegidos durante os anos de 2020 e 2021. “Não sei se você enxergou a fortaleza que Deus construiu ao seu redor. Se não, você não estaria aqui”. Kédina destacou ainda que Deus habita no meio de nós e que nenhum inimigo nos resistirá.

Segundo ela, agora é preciso sair da paralisia que afetou a muitos nesse tempo. “Meu irmão, se esforce e venha para o Monte Santo de Sião. O Senhor está nos dando a contemplação da Jerusalém celeste”.

Para a pregadora, serva no Grupo de Oração Beata Helena Guerra, na Paróquia Nossa Senhora da Assunção, em Águas Claras – DF, Deus se utilizou desses tempos difíceis para nos fortalecer, nos santificar e nos colocar vestes brancas. Quanto àqueles que não sobreviveram, estão vivos agora na Jerusalém celeste e aguardam o momento em que estaremos todos juntos.

Ao encerrar, Kédina afirmou, mais uma vez, que somos sobreviventes e que sobrevivemos para louvar a Deus. E que toda lágrima de nossos olhos será enxugada pelo Senhor.

Fátima Schenini
Miniatério de Comunicação Social – RCCDF