É necessário que a Palavra fecunde o nosso coração

O fim de semana na capital federal abarcou uma multidão de fiéis no ginásio Nilson Nelson. Cristãos em busca de um abraço, de um olhar, de uma acolhida.  Pela misericórdia de Deus saíram sedentos de amor, esperança e na certeza que a compaixão de Jesus Cristo é o único caminho.

Evento que foi agraciado com a abertura da Porta Santa na Catedral Metropolitana de Brasília, na manhã deste domingo (13). Enquanto a Porta da Misericórdia na Catedral era aberta, no Vem Louvar  os fiéis clamavam, louvavam, partilhavam as maravilhas do Senhor e por Sua misericórdia.

Em ordem de batalha espiritual

Sacerdotes se uniram em ordem de batalha e convocaram os fiéis a mais profunda intimidade com Deus. Padre Carlos Alexandre, comentou a satisfação em conduzir o momento. “Como sacerdote é o primeiro Vem Louvar que participo. Para mim é um momento ímpar poder participar e perceber também que é tempo em que a manifestação de Deus tem se concretizado no nosso país. A adoração é um momento central junto com a Santa Missa”, enfatiza.

FB_IMG_1450118151224

Já Pe. Wilkie Bandeira, lembrou da importância do tempo que estamos vivendo. “Eu penso que este Ano da Misericórdia vai ser um tempo de muita graça, muitas bênçãos para toda Igreja, sobretudo, para Igreja do Brasil. Algo inédito que aconteceu, porque sempre as Portas Santas eram abertas só na Arquidiocese de Roma. Agora o Papa disponibilizou para que seja aberta em outros países também. Então para nós é histórico”.

“Eu acredito que teremos que colocar algum símbolo para registrar esse momento histórico que é um voltar-se da Igreja para Misericórdia de Deus. O Papa conclama todos os padres que neste ano favoreçam que essa misericórdia de Deus alcance as pessoas. Nada mais justo, porque necessitam da misericórdia de Deus. Eu acredito que tudo isso que está acontecendo é um momento novo para a vida de cada um de nós. Eu espero que essa misericórdia de Deus possa alcançar e beneficiar muitas pessoas e que muitas possam voltar para Igreja, confiando na misericórdia de Deus e possam alcançar as graças necessárias para caminhar com esperança”, agradece.