Rm 8, 35-37 “Quem nos separará do Amor de Cristo”

O 34º Rebanhão, iniciou com a pregação do professor Ivan Morais, que é pregador e membro da Renovação Carismática Católica do Distrito Federal, ele nos levou a refletir que, conformar-se significa: modelar, tomar a “forma” do Amor de Deus.

 Nos fez entender que precisamos espalhar o Amor de Deus. Em uma sociedade cada vez mais desprovida de amor, cada um de nós é chamado a espalhar o amor de Deus.

Infelizmente surgem alguns obstáculos que nos afastam de Cristo e assim em muitos momentos acabamos nos separando do Amor dEle, e acabou nos fazendo perguntar pra nós mesmos: Quem tem me separado do Amor de Cristo? Quais obstáculos tem me afastado do Amor de Cristo?

1º Obstáculo à fé nos dias de hoje: crença errada que temos de Deus. “O mais importante não é saber que Deus existe, mas se Ele é amor” (citação de um filósofo), que Ele é Pai, essa situação que você tem passado não pode te separar de Cristo.

Estamos vivendo um desamor na sociedade, nas famílias, só existe uma forma para melhorar isso, experimentar o amor genuíno de Deus, você que é pai tem a missão de transmitir o amor do Pai para seus filhos.

2º obstáculo dos dias de hoje: teorias e mais teorias têm se levantado, às vezes de forma bonita e encantadora, e tem enganado muitos cristãos, dizendo que “tudo é fruto do acaso” e isso vai minando a nossa força e tirando do coração a maior verdade: Deus é amor!

Só existe uma forma de resolver o desamor na sociedade: experimentar o amor puro e genuíno de Deus, nós podemos tudo no Nome de Nosso Senhor Jesus Cristo. Se tirarmos o nome de Jesus, nada podemos, nós tudo podemos no nome do Senhor Jesus Cristo. É a graça de Deus que nos levanta, que nos sustenta, o Senhor é minha força, é a minha fortaleza, sou mais que vencedor em Jesus Cristo. Só Cristo revela o homem para o próprio homem.

“Só o Amor de Deus consegue preencher o vazio dentro do coração do homem”.

Como não desistir na tribulação? Experimentando o amor que vem da Santíssima Trindade, pois somente esse Amor é que supre toda a nossa angústia.

A Trindade, por inabitação, está dentro de você e quer te dar a força para continuar.  “A Trindade é uma comunidade de amor: o Pai ama, o Filho é amado e o Espírito Santo é que circunda esse amor”. Entendemos nosso lugar é no seio da Santíssima Trindade.

Luciana e Daila
Ministério de Comunicação Social da RCCDF